Dicas de Como Usar Cores na Decoração de Interiores

   


   A psicologia das cores é aplicada em diversas áreas, visto que elas interferem no nosso dia a dia, desde o humor até escolhas rápidas numa compra ou um local para ir. Em nossos lares a preocupação com a escolha correta da paleta de cores pode interferir na vivência e uso dos ambientes, podendo proporcionar uma sensação de amplitude ou redução do espaço.

   O circulo cromático é o guia de qualquer designer para a escolha da paleta do seu projeto:
   


   O circulo cromático nada mais é do que a representação das cores vistas e entendidas pelo olho humano, seguindo uma ordenação: 

Uma cor como destaque

    Para o desenvolvimento de um projeto existe um estudo do ambiente e do perfil do cliente para que sejam propostas s ideias e a composição da decoração. O mais tradicional a ser feito é utilizar um fundo neutro com tons pastéis ou off whites, e colocando por cima um objeto, móvel ou acessório na cor de destaque escolhida. Conforme o projeto abaixo mostra, foi escolhida a cor azul para o quadro, sobrepondo um ambiente com poltronas neutras:


   Ou como na cozinha abaixo, onde o destaque foi o tampo amarelo sobre a mobília neutra:

Duas Cores

     Se engana quem pensa que por possuir um ambiente pequeno, não pode trabalhar com uma paleta mais colorida. Analisando corretamente a distribuição das cores e quais cores utilizar pode-se aproveitar estrategicamente de elementos que colaborarão para um resultado harmônico sem prejudicar o visual do espaço.


   Como é possível verificar o ambiente para este projeto de espaço gourmet é relativamente pequeno, o que não limitou a escolha e o estilo da decoração. O pedido do cliente foi de trazer elementos que remetessem o estilo retrô combinado a linhas mais contemporâneas. 


   A utilização de pastilhas vermelhas combinadas com o refrigerador retrô e a bancada de silestone vermelho remete às cozinhas antigas dos anos 50, mas sem perder a linha contemporânea dosando com uma boa iluminação de sancas invertidas. Em contra partida, o azul balanceia e acalma os olhos.

  Em outros ambientes o raciocínio é o mesmo, quando utilizadas duas cores fortes na composição que encontre um ponto de equilíbrio na aplicação das mesmas, com uma base neutra:


Uso de três cores

   Seguindo a técnica da base neutra como fundo, pode-se trabalhar três cores na composição do ambiente, sendo elas cores análogas (cores que estão lado a lado na paleta) ou complementares (frente a frente na paleta e se complementam):


    O projeto a seguir utilizou desta técnica com as cores laranja, azul e marrom, com fundo neutro:

  
  O ambiente não ficou enjoativo mesmo com o tapete colorido e transmite uma sensação alegre.

Múltiplas cores 

    O projeto do PetShop Boutique me inspirou a utilizar várias cores complementares e análogas do circulo cromático, para que criasse um ambiente quase que infantil, com um toque muito alegre para receber os queridos Pets.


   O mesmo conceito foi utilizado para a parte clínica, usando fundo branco e cores de foco na decoração, deixando o ambiente mais descontraído nas consultas médicas.




Meu Estilo 

   Quando sou contratada para projetar um espaço, procuro sempre levar em conta o perfil do cliente, assim como suas preferências, também o investimento que será feito no ambiente. Considerando essas informações, gosto de trabalhar com a base neutra,  conforme citei anteriormente, colocando cor em objetos decorativos e acessórios. Esta é uma forma de sempre renovar o ambiente, mantendo a base e com isso gerando economia ao cliente. 

   Em várias situações diferentes consigo saídas que valorizam o ambiente com baixo investimento na possível troca do objeto decorativo. Seguem abaixo exemplos de projetos nesse contexto:





   Quer repaginar seu ambiente? Nós temos a solução! 
Entre em contato: Karina Lapezack Interiores

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Projeto Boutique de Roupas Femininas

Etapas da Contratação de um Designer de Interiores

Lareiras: Dicas e Informações